Dívida - Risco de Portugal recua para mínimos de quase três anos

Fonte: http://economico.sapo.pt/noticias/risco-de-portugal-recua-para-minimos-de-quase-tres-anos_184503.html

 

Dívida

Risco de Portugal recua para mínimos de quase três anos

Pedro Latoeiro  

 

O prémio exigido pelos investidores para comprar dívida portuguesa em vez da alemã encurtou para níveis de Fevereiro de 2011.

 

Este diferencial entre as taxas de juro a 10 anos associadas às obrigações alemães e portuguesas em mercado secundário é um importante indicador de risco nos mercados financeiros.

A evolução de hoje é motivada pela forte descida da ‘yield' nacional a 10 anos até aos 5,78%, um mínimo de Junho. Esta trajectória, aliada à estagnação do risco alemão na mesma maturidade, fez baixar o diferencial entre as duas taxas para 376 pontos base.

Trata-se do valor mais baixo desde Fevereiro de 2011 e, portanto, um nível anterior ao pedido de resgate português, formalizado em Abril desse ano.

Durante o actual programa de ajustamento este indicador de risco chegou a atingir os 1.560 pontos base, em Janeiro de 2012.

O resgate português termina oficialmente em Maio, não sendo conhecido como irá o País satisfazer as suas necessidades de financiamento depois dessa data. Nas últimas intervenções públicas, nem Pedro Passos Coelho nem Maria Luís Albuquerque fecharam a porta à adopção ou à dispensa de um programa cautelar.

Antes disso Portugal pretende colocar, no início deste ano, emissões de dívida de médio e longo prazo em mercado secundário.

publicado por Paulo José Matos às 09:00 | comentar | favorito