Jantar Reunião - PSD Gavião

 

 

 

Caras e caros amigos gavionenses, cara Sandra Capitão, candidata pelo partido Aliança Portugal,

 

A todos agradeço a vossa presença, nesta terra norte-alentejana.

 

Como sabem este Jantar-reunião tem duas componentes.

 

A primeira é a autárquica.

 

Como é bom ter a paixão de poder representar o povo e as suas angústias nos locais onde acontecem as decisões.

 

Assumi a responsabilidade politica há 5 anos de demonstrar, que era possível fazer oposição de forma construtiva. Fi-lo e vocês premiaram-me a mim e às equipas que assumiram este compromisso a meu lado com uma campanha autárquica fabulosa. Os resultados premiaram o nosso empenho e dedicação. Criamos e elegemos equipas para as freguesias, que hoje estão a trabalhar quase de forma autónoma. Os meus parabéns.

 

Podem pensar que isto não é significante, mas na verdade estão a criar valor para as populações, pois uma oposição esclarecida faz os eleitos governar melhor, sem pisar tanto a linha do abuso do poder, a linha do gasto supérfluo, a linha da arrogância democrática.

 

Também é na vida autárquica que nem sempre estamos de acordo com o governo nacional, como acontece na questão da saúde para o concelho de Gavião. Mas sem um discurso inflamado posso dizer que o assunto está a ser resolvido, também diga-se com o apoio do governo, que agora acabada a emergência nacional de evitar a bancarrota pode olhar para outros problemas do país.

 

E entramos no segundo tema as eleições europeias, antecâmara das legislativas

 

Tal como na carta do nosso companheiro Eduardo Pereira, era indicado, temos de ter a consciência do que a Europa fez pelo nosso concelho, e em função disso temos de ter a responsabilidade de ser sérios.

 

O partido socialista no nosso concelho esquece-se quase sempre que foi a Europa a grande patrocinadora das obras por todo o concelho. Nós temos a obrigação de lhes relembrar e à população em geral.

 

Caros amigos, a nossa presença hoje aqui, e que a pessoalmente muito me alegre na compostura desta sala, é precisamente essa voz, que é necessária muitas vezes, para discernirmos o bem do mal, o certo do errado, que é a voz dos eleitos do PSD Gavião em vez dos disparates públicos que se vão ouvindo sem conhecimento de causa.

 

A democracia faz-se com e para as populações.

 

Faz-se com alegria e motivação.

 

Faz-se sobretudo com todos aqueles que queriam estar connosco.

 

Pelo Gavião e pela Europa.

 

Muito Obrigado pela vossa presença.

 

Paulo José Matos

publicado por Paulo José Matos às 23:15 | comentar | favorito