Ele mudou, até na derrota se nota, ora leiam

« A nova líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, teve 37,66% dos votos, mais 6% do que Pedro Passos Coelho (31,07%). Pedro Santana Lopes, o terceiro mais votado, teve 29,82%, e Mário Patinha Antão ficou abaixo de 1%. Votaram nas directas 43.900 militantes do PSD, tendo a abstenção atingido os 43%.»

 

 

Agora leiam os excertos referentes a Santana Lopes:

 

 «Ferreira Leite tem inteira legitimidade para liderar o partido», afirmou, no entanto, Santana Lopes no discurso de derrota, lembrando que o facto da candidata não conseguir uma maioria absoluta nada interfere com a sua eleição.

 

 Santana Lopes felicitou ainda Passos Coelho, o segundo candidato mais votado, pelo «resultado significativo» e lembrou ainda Mário Patinha Antão, e o «esforço que fez na campanha»

 

Excertos Retirados de Sol on-line

 

Quem diria que seria Pedro Santana Lopes, no momento da derrota a unificar o partido, tendo um discurso que impele toda a legitimidade a Ferreira Leite, mesmo que os resultados apontem para um partido tri-partido!

 

Fica o reparo!

publicado por Paulo José Matos às 20:31 | comentar | favorito