19
Jun 08
19
Jun 08

Alamal publicitado ao nivel nacional!

Numa iniciativa inédita (para não dizer que saiu fora do paradoxo de actuação, ou seja, um conservadorismo exacerbado e castrante ideias), a Câmara Municipal de Gavião por intermédio da agencia Lusa consegui publicidade ao turismo local nomeadamente à praia fluvial do  Alamal, como nunca antes!

 

Durante o dia de 19 de Maio na secção de Vida, do mais acedido portal de internet de Portugal (diga-se sapo) esta destacado a seguinte mensagem:

 

Época Balnear


Única praia fluvial com Bandeira Azul no Alentejo oferece agua e areia de qualidade... in SOL

 

Já no link do Jornal Nacional Sol surgia o seguinte

 

 

 

 

Francisco Louro, vereador da Câmara Municipal de Gavião, disse hoje à agência Lusa que a qualidade da água, as acessibilidades e o facto de ser «uma das poucas» praias fluviais com areia de qualidade contribuíram para a atribuição do galardão, pelo segundo ano consecutivo.

«A praia fluvial tem uma qualidade extrema e um vasto conjunto de potencialidades, ao ponto da Fundação Vodafone oferecer este ano uma máquina de limpeza de areia para o complexo balnear», afirmou.

Situada na margem esquerda do Rio Tejo, a praia fluvial da Quinta do Alamal oferece um extenso areal junto à água, bem como zonas verdes, tendo o Castelo de Belver (edificado em 1194) como pano de fundo.

Integrada na lista de praias com o símbolo de praias acessíveis, a estrutura balnear possibilita o acesso a pessoas com deficiência ou mobilidade condicionada.

Além do campismo, o espaço, permanentemente vigiado por nadadores salvadores, disponibiliza ainda uma pequena pousada (Centro Integrado de Lazer), com 28 quartos, que está aliada ao INATEL.

As actividades desportivas e de lazer, durante a época balnear, marcam também esta praia fluvial, situada na fronteira entre o Alentejo, o Ribatejo e a Beira Baixa.

A Quinta do Alamal proporciona aos banhistas diferentes actividades desportivas, como futebol e voleibol de praia, paintball, rappel, slide, bem como passeios de canoa e de barco pelo Rio Tejo.

«Este espaço reúne vários atractivos e oferece todas as condições para desenvolver diversas actividades desportivas com qualidade», garantiu Francisco Louro.

O município alentejano de Gavião, que deposita «uma forte aposta» no complexo balnear, está também a desenvolver um curso profissional de mergulho, em parceria como os bombeiros locais e o agrupamento de escolas do concelho.

A iniciativa, dirigida a jovens com o 9/0 ano de escolaridade, prevê oferecer no próximo ano lectivo acções de formação sobre salvamento em meio aquático e condução de embarcações de socorro.

Lusa/SOL

 

 

E caso para dizer 

Parabéns

Francisco Louro, vereador da Câmara Municipal de Gavião, disse hoje à agência Lusa que a qualidade da água, as acessibilidades e o facto de ser «uma das poucas» praias fluviais com areia de qualidade contribuíram para a atribuição do galardão, pelo segundo ano consecutivo.

«A praia fluvial tem uma qualidade extrema e um vasto conjunto de potencialidades, ao ponto da Fundação Vodafone oferecer este ano uma máquina de limpeza de areia para o complexo balnear», afirmou.

Situada na margem esquerda do Rio Tejo, a praia fluvial da Quinta do Alamal oferece um extenso areal junto à água, bem como zonas verdes, tendo o Castelo de Belver (edificado em 1194) como pano de fundo.

Integrada na lista de praias com o símbolo de praias acessíveis, a estrutura balnear possibilita o acesso a pessoas com deficiência ou mobilidade condicionada.

Além do campismo, o espaço, permanentemente vigiado por nadadores salvadores, disponibiliza ainda uma pequena pousada (Centro Integrado de Lazer), com 28 quartos, que está aliada ao INATEL.

As actividades desportivas e de lazer, durante a época balnear, marcam também esta praia fluvial, situada na fronteira entre o Alentejo, o Ribatejo e a Beira Baixa.

A Quinta do Alamal proporciona aos banhistas diferentes actividades desportivas, como futebol e voleibol de praia, paintball, rappel, slide, bem como passeios de canoa e de barco pelo Rio Tejo.

«Este espaço reúne vários atractivos e oferece todas as condições para desenvolver diversas actividades desportivas com qualidade», garantiu Francisco Louro.

O município alentejano de Gavião, que deposita «uma forte aposta» no complexo balnear, está também a desenvolver um curso profissional de mergulho, em parceria como os bombeiros locais e o agrupamento de escolas do concelho.

A iniciativa, dirigida a jovens com o 9/0 ano de escolaridade, prevê oferecer no próximo ano lectivo acções de formação sobre salvamento em meio aquático e condução de embarcações de socorro.

Lusa/SOL

publicado por Paulo José Matos às 23:33 | comentar | favorito
18
Jun 08
18
Jun 08

Gavião deve alegrar-se? ou não?

No post de dia 14, no ultimo paragrafo escrevi:

 

"Se realmente for nomeado, os meus parabéns! Já Gavião fica ainda mais doente (tisico talvez), pois se ao ter um presidente com tantas nomeações e galardões,e não avança, se o "perde"..."

 

Soube hoje que não conseguiu!

 

"O presidente da Câmara de Castro Verde, Fernando Caeiros, foi eleito o representante dos municípios do Alentejo e Ribatejo para vogal executivo da Comissão Directiva do Programa Operacional Regional do Alentejo (PORA), cargo onde vai substituir Silvino Sequeira, que ao fim de seis meses renunciou o cargo. Fernando Caeiros obteve 31 votos, contra 25 do autarca do PS de Gavião, Jorge Martins. Desta feita Caeiros deverá deixar o cargo de presidente da Câmara Municipal de Castro Verde." in http://www.radioplanicie.com

 

Fica as questões

Gavião deve alegrar-se por manter um seu cidadão bastante reconhecido nos destinos do concelho, em demerito da sua vivencia pessoal?

Não terá sido pela abdicação de uma carreira pessoal, a favor da liderança dos co-municipes, que foi a votos, para um mandato politico de 4 anos?

 

publicado por Paulo José Matos às 00:56 | comentar | favorito
14
Jun 08
14
Jun 08

Gavião tisico!

Na distancia de 178 km, é bom recordar e com algum orgulho dizer que vamos àFeira Medieval em Belver... pelo menos a quem nunca lá foi, dá para enganar o plebeu!


A edição de 2008, foi fraca, chata, aborrecida, sem brio e/ou nem glamour! Pergunto-me o porquê? Surgem-me sem pensar muito, três respostas:

 

1- Não houve nenhuma campanha de comunicação à feira (eu só soube na sexta feira quando por acaso até fui passar o fim-de-semana a casa, e minha família teve conhecimento também nesse mesmo dia);

 

2- O grupo Vivarte (que é quem tem feito a feira desde sempre, e com qualidade reconhecida) está sem alma e já não tem capacidade para inovar uma ideia que foi repisada a pedido da organização. Tal como a uva, quanto mais se pisa menos nectar se recolhe sendo de pior qualidade!

 

3- O presidente Prof. Jorge Martins veio em entrevista ao semanario regional Alto Alentejo, referir que está pontencialmente demissionario e em sua substituiçao estara a cargo do Sr. Germano Porfirio (actual vereador da cultura, lembre-se o fiasco do ultimo festival de tunas em Gavião organizado em cima do joelho), ou seja, uma pessoa sem alma para qualquer iniciativa (veja-se tambem uma ultima iniciativa que houve para promover o turismo local, protagonizada pela CP e o clube Trilho; o Sr. Germana estava lá apenas para a foto, isto claro esta em representação da CMGavião).

 

Para quem ainda não percebeu (são poucos), tenho de referir que oPS Nacional esta a trilhar o caminho do socialista Jorge Martins para ser candidato à Assembleia da Republica... não é por acaso que se ganham prémios de nacionais e ibericos por demonstrada competência (não estou a dizer que não tenha, questiono o timing), quando um municipio tem o desemprego/oportunidades de emprego de capazes de fazer aumentar os suicidios e nos ultimos dez anos tem um saldo populacional negativo em mais de 3000 pessoas,vivendo (em boa verdade) no concelho pouco mais de 3000 pessoas (dados do INE 2007 apontam para 4142 habitantes), que havemos de pensar?!

 

Refiro ainda que o Prof Jorge Martins no actual momento para além de presidente da CMunicipal de Gaviao, é presidente da Associaçao de Municipios do Norte Alentejano, membro da Assembleia do Instituto Politecnico de Portalegre, e agora pré-nomeado para a Gestão do PORA (Programa Operacional do Alentejo - Qren)!

 

Coincidencias não as há, e parece que para o Prof. Jorge Martins o dia tem de ter mais de 24 horas, é muita função para uma pessoa só!


Faz-me lembrar o Sr. António Guterres, incapaz de gerir a casa, mas transparecendo qualidades aproveitadas em cargos de politica internacional!

 

Se realmente for nomeado, os meus parabéns! Já Gavião fica ainda mais doente (tisico talvez), pois se ao ter um presidente com tantas nomeações e galardões,e não avança, se o "perde"...

publicado por Paulo José Matos às 23:30 | comentar | favorito