Bandeira Azul retirada a Praia Fluvial do Alamal - algumas respostas!

Como é de conhecimento vário, a Praia Fluvial do Alamal pela segunda vez na sua história (desde adjudicação para uso público) teve uma Bandeira AZUL.

 

Nesta segunda tentativa, a proeza foi noticiada ao nível nacional (Jornal Sol, www.sapo.pt, agencia Lusa, etc) tendo durado cerca de 1 mês a ostentação do galardão!

 

No dia 30 de Junho foi ordenado que fosse retirada, pelo simples motivo de agua já não apresentar qualidade nas amostras laboratoriais.
Fonte: Pedro M. Cortes

 

Enuciemos pois, os motivos para tal desaire (previsível):

 

1 - As análises a água antes da época balnear são sempre mais favoráveis pois a água ainda não contem depósitos do próprio uso humano, praticado de forma intensiva por parte dos veraneantes;

 

2 - A água que se situa na praia fluvial do Alamal é fruto da enseada provocada pela barragem de Belver, o que por si só invalida a correcta fluidez do rio, principalmente no verão em que é necessario manter uma certa quota de volume de agua na barragem;

 

3 - A alguns metros da praia a prática da pesca é permitida sem quaisqueres restrinções, ou seja, aos pescadores não lhes vedado qualquer proibição ao nível "produtos de êgodo";

 

4 - A maior parte das análises à água são feitas no periodo matinal, o que por si só favorece os resultados, mas quando a análise é no periodo da tarde o resultado pode surpreender pela disparidade - negativamente.

 

5 - O turismo fluvial feito por motas de água, e cruzeiro no rio Tejo também causa transtorno à qualidade da mesma, sendo vísivel a olho nú as fugas de óleo e machas de diesel libertados durante a sua utilização.

 

A minha conclusão:

A prática balnear pelos motivos acima apresentados, nesta praia é aconselhável,mas se poder optar, disfrute-a exclusivamente no horário matinal em que a água se encontra com uma qualidade bastante superior ao periodo da tarde.

 

Se realmente só lhe for possivel visitá-la durante a tarde, aproveite os serviços anexos disponibilizados pelo Clube Trilho: prática de canoagem, passeios em gaivotas, etc... evitando assim o contacto a água parada, junto às margens da praia.

 

Deixo o link abaixo

http://www.clubetrilho.com/

 


publicado por Paulo José Matos às 00:01 | comentar | favorito