Uma vergonha... Divulguem por favor!

Caros

 

Se o que leio é verdade, se os meus pressupostas estão correctos, então é desta que as pessoas conscienciosas devem levantar-se e insurgir-se contra este roubo! Contra este abuso de poder que destrói riqueza em vez de ajudar a criar e distribuir!

 

Tendo uma taxa de desemprego altissima, o Municipio de Gavião deveria apoiar financeiramente as empresas que aprentassem uma plano correctivo e estruturado para a sua tesouraria! Responsabilizando a empresa a gastar eficientemente os fundos cedidos.

Deveria também fomentar de projectos empresariais com qualidade! Estas medidas acautelariam manter empresas virtualmente activas que sem o apoio municipal a Médio/Longo prazo não teriam viabilidade nenhuma.

 

Lembrem-se que só o trabalho traz riqueza!

 

Mas eis o que se passa:

Os candeeiros que povoam a vila de Belver (respeito todos os habitantes desta localidade, mas até eles devem reconhecer que tenho razão), e que abaixo coloco as imagens, têm o simbólico custo de 1.772,33€ CADA e o municipio comprou mais NOVE!

 

CADA UM 3 Vezes e meia um salário mínimo!

Uma vergonha!

 

 

 

 

 

 O ajuste directo publicado no BASE verificamos isto:

 

http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=38628

 

http://www.pmatos.eu/politica/Gaviao_2009/Base_Ajuste_Directo_n_38628.pdf

 

Data de publicação:
27-03-2009

Listagem de entidades adjudicantes

 
NIFNome entidade adjudicante
506865517 Câmara Municipal de Gavião


Listagem de entidades adjudicatárias

 
NIFNome entidade adjudicatária
500072760 SCHRÉDER ILUMINAÇÃO, S.A.


Objecto do contrato:
Aquisição de 9 luminárias tipo Schréder/Belver


Preço contratual :
15.950,97 €


Prazo de execução:
30 dia(s)


Local de execução:
Gavião

 

 

 

 Fazendo as contas

15.950,97 € / 9 unidades = 1.772,33€


 

Depois na mesma freguesia temos ruas com uma identificação tão simples que parece miserável!

 

 

 

 

Os (DES)povoados do outro lado do rio (Tejo)

http://gaviaodetodos.blogs.sapo.pt/1724.html

Post inspirado em

publicado por Paulo José Matos às 07:07 | comentar | favorito