20
Nov 09
20
Nov 09

Novos Blogs na Área!

Caros

 

O ser humano tem na sua génese evolutiva um factor diferenciador em comparação com todos os restantes seres vivos: a comunicação!

 

Este factor é crucial na socialização!

 

Pensem bem… quantas guerras não se fazem só porque um livro diz que Deus é Jeová e outro diz que é Alá? (de forma muito resumida)

 

O poder de comunicação do ser humano é tão grande que a sociedade do conhecimento já é considera a quarta etapa do desenvolvimento de um país!

 

As pessoas enquanto seres unitários, desmultiplicam o seu mundo no contexto envolvente e devem ser considerados válidos! Sempre!

 

Eis pois, mais duas pessoas por quem tenham alguma estima, que se lançam pessoalmente às feras! A vós leitores!

 

Tanto quanto sei (…) querem transmitir projectos pessoais, vivências, dificuldades sociais (dos próprios) e da sociedade em que se inseriram!

 

É deste meu pequeno espaço que lhes desejo as maiores felicidades, e os publicito aqui:

 

 

  • Nervoso Miudinho – O diário de vida de um sem abrigo que fugiu pa Suiça em busca de fartura económica...

 

 

 http://pauloreizinho.blogspot.com

 

    • A minha análise: Um jovem completamente livre de espírito, descomplexado e batalhador! O título diz muito, mas a verdade é que com este blog vai demonstrar que a iniciativa faz toda a diferença! Vai vencer certamente!

 

 

  • Terras de Comenda

http://terrasdecomenda.blogspot.com

 

 

    • A minha análise: Um adulto completamente livre de espírito, descomplexado e batalhador! Crónicas ao bom estilo de Friedrich Nietzsche, tensas e profundas (…) confusas para mentes fechadas sob si próprias! Eis o ponta de lança (acidental) para uma dinamização de sociedade de Terras de Comenda!

 

publicado por Paulo José Matos às 20:33 | comentar | ver comentários (1) | favorito
18
Nov 09
18
Nov 09

Uma agenda... muito dinâmica!

Caros,

 

A agenda social e pessoal de uma pessoa com n responsabilidades, é muitas vezes o resultado de um emaranhado de decisões, nem sempre lógicas!

 

Gostaria de compartilhar convosco a minha primeira quinzena de Novembro que penso que os pode deixar um tanto surpreendidos, dada a imensidão de locais por onde passei e nalguns com uma palavra a dizer, logo fundamental a preparação!

 

Cronologia

 

  • 1 de Novembro (Tarde) – Local Fórum Luís de Camões (Amadora)

Visita ao 20º Amadora BD - Festival Internacional de Banda Desenhada

 

 

 

 

  • 3 de Novembro (das 20 às 23 horas) – Restaurante “A Gina” (Lisboa)

303º Encontro – Tertúlia BD de Lisboa – Programa: Nova BD Portuguesa

 

Clique para ampliar

 

 http://divulgandobd.blogspot.com

 

Nota: Fui a convite de ilustre desenhador de BD Derradé. Ver obra em http://hlcomix.blogspot.com

 

 

  • 4 de Novembro (das 10.30 às 13 horas) – Paços do Concelho (Gavião)

Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Gavião

 

 

 

  • 7 de Novembro – Hotel São Mamede (Portalegre)

Convidado para assistir aos trabalhos do Conselho Nacional da JSD

 

http://distritaljsdportalegre.blogspot.com 

 

Clique para ampliar - Notícia retirada do Jornal Alto Alentejo

 

http://jornalaltoalentejo.blogspot.com


 

  • 8 de Novembro (20 horas)– Pavilhão Atlântico (Lisboa)

Concerto dos RAMMSTEIN – Rammstein banda alemã formada classificada sob os estilos rock, industrial metal, etc

 

 

 

 

  • 12 de Novembro (21.30 horas) – Cinema São Jorge (Lisboa)

Ciclo de Cinema Espanhol – Filme “Ay Carmela!” – Vicissitudes da guerra civil em tom de comédia trágica

 

 

 

 

  • 14 de Novembro – Lugar do Pai Dias  (Amiera-cova Gavião)

Apanha da azeitona em família! Cinco sacos num só dia, é esforço e dedicação!

 

 

 

 

  • 15 de Novembro (21 horas) – Teatro Estúdio Mário Viegas (Lisboa)

A Bíblia Toda a Palavra de Deus – Divertida representação dos principais episódios narrados nos Livros Bíblicos, do Génesis ao Apocalipse.

 

 

 

Cumprimentos a todos!

 

publicado por Paulo José Matos às 00:01 | comentar | favorito
11
Nov 09
11
Nov 09

"Os políticos são regra geral... amorais e pouco transparentes!"

Caros,


As minhas intervenções nas reuniões da Câmara Municipal de Gavião, deram início...


Não desenvolvendo ainda muitas considerações sobre as mesmas, até porque o apedrejamento a qualquer palavra que digo ainda é por demais muito evidente, mesmo que seja um só suspiro ou mesmo a questionar porque é que o um dos membros da direcção do Clube Os Gavionenses é ao mesmo tempo o vereador do Desporto (em minha opinião clara incompatibilidade de funções... faz lembrar o Dr. Valentim Loureiro, et autres) ! Nota-se o trauma mal curado, réstia da época eleitoral...

 

Questiono-me se a falta de atitude positiva em ouvir a oposição, patrocinada por agentes instalados,  nomeadamente nas (ainda) poucas questões que interpelo, é  reflexo cultural ou "raio que o valha"... eis que, encontro um belíssimo texto para a minha própria reflexão:

 

 

 

 

Diferenças

00h30m

Assistir ao duríssimo questionamento da comissão de inquérito senatorial nos Estados Unidos para a nomeação da juíza Sónia Sottomayor para o Supremo Tribuna

é ver um magnífico exercício de cidadania avançada.

Não temos em Portugal nada que se lhe compare.

 

Se os nossos parlamentares tivessem a independência dos congressistas americanos, Cavaco Silva nunca teria sido presidente, Sócrates primeiro-ministro, Dias Loureiro Conselheiro de Estado, Lopes da Mota representante de Portugal ou Alberto Costa ministro da Justiça.

 

O impiedoso exame de comportamentos, curricula e carácter teria posto um fim às respectivas carreiras públicas antes delas poderem causar danos.


Se a Assembleia da República tivesse a força política do Senado, os negócios do cidadão Aníbal Cavaco Silva e família, com as acções do grupo do BPN, por legais que fossem, levantariam questões éticas que impediriam o exercício de um cargo público. Se o Parlamento em Portugal tivesse a vitalidade democrática da Câmara dos Representantes, o acidentado percurso universitário de José Sócrates teria feito abortar a carreira política. Não por insuficiência de qualificação académica, que essa é irrelevante, mas pelo facilitismo de actuação, esse sim, definidor de carácter.


Do mesmo modo, uma Comissão de Negócios Estrangeiros no Senado nunca aprovaria Lopes da Mota para um cargo em que representasse todo o país num órgão estrangeiro, por causa das reservas que se levantaram com o seu comportamento em Felgueiras, que denotou a falta de entendimento do procurador do que é político e do que é justiça.

 

Também por isto, numa audição da Comissão Judicial do Senado, Alberto Costa, com os seus antecedentes em Macau no caso Emaudio, nunca teria conseguido ser ministro da Justiça, por pura e simplesmente não inspirar confiança ao Estado.


Assim, se houvesse um Congresso como nos Estados Unidos, com o seu papel fiscalizador da vida pública, por muito forte que fosse a cumplicidade dos afectos entre Dias Loureiro e Cavaco Silva, o executivo da Sociedade Lusa de Negócios nunca teria sido conselheiro presidencial, porque o presidente teria tido medo das cargas que uma tal nomeação inevitavelmente acarretaria num sistema político mais transparente. Mas nem Cavaco teve medo, nem Sócrates se inibiu de ir buscar diplomas a uma universidade que, se não tivesse sido fechada, provavelmente já lhe teria dado um doutoramento, nem Dias Loureiro contou tudo o que sabia aos parlamentares, nem
Lopes da Mota achou mal tentar forçar o sistema judicial a proteger o camarada primeiro-ministro, nem Alberto Costa se sentiu impedido de ser o administrador da justiça nacional em nome do Estado lá porque tinha sido considerado culpado de pressionar um juiz em Macau num caso de promiscuidade política e financeira.

 

Nenhum destes actores do nosso quotidiano tinha passado nas audições para o casting de papéis relevantes na vida pública nos Estados Unidos. Aqui nem se franziram sobrolhos nem houve interrogações. Não houve ninguém para fazer perguntas a tempo e, pior ainda, não houve sequer medo ou pudor que elas pudessem ser feitas. É que essa cidadania avançada que regula a democracia americana ainda não chegou cá.

publicado por Paulo José Matos às 01:07 | comentar | ver comentários (5) | favorito
02
Nov 09
02
Nov 09

O poder de um Blogue!

Caros amigos,

 

Está para breve a retoma de textos de opinião neste Blog.

 

Todos os dias surgem noticias que demonstram que os blogs são a mais pura forma de expressão democrática, em particular aqueles em que os seus autores se identificam.

 

Na miscelânea dos temas abordados, os blogues que focam a razoabilidade das políticas ao nivel local (onde o autor vive), são (regra geral) mais incisivos na retórica, o que pode não ser bem ponderado por todos! 

 

Leiam esta notícia que retirei do Jornal Sol:

 

 

No Reino Unido
Blogger acusado de provocar demissão maciça em autarquia

O autor de um blogue regional do Reino Unido está a ser acusado de ser o responsável pelo pedido de demissão de 11 dos 15 vereadores de uma pequena autarquia rural, provocando eleições antecipadas.

 

O caso teve lugar na localidade de Somerton, onde na reunião camarária desta semana 11 dos 15 vereadores apresentaram demissão, por alegadamente estarem fartos das críticas do blogue Muck&Brass, refere a BBC.

 

O autor do blogue, Niall Connolly, rejeita a acusação afirmando que «se culpar o Muck&Brass ajuda os vereadores a dormirem melhor, tudo bem, mas isso é ignorar a verdade».

 

Criado em 2006, o site deste habitante de Somerton de 61 anos sempre foi bastante crítico face aos autarcas, utilizando termos como «palhaços» ou comparando um panfleto oficial sobre direitos do eleitor «a uma chamada às armas dos Nazis ou um convite a uma limpeza étnica».

 

Estes e outros textos levaram vários membros da autarquia a apresentarem demissão por «não terem condições para trabalhar», lê-se numa moção aprovada na última reunião, avança a BBC.

 

Em declarações à estação britânica o antigo vice-presidente da CM de Somerton, Anthony Canvin, defendeu que «não vou tolerar isto quando estou a trabalhar para cidade», por isso resolveu «dizer estou farto e apresentei a demissão», decisão que foi levou outros colegas a seguirem os seus passos.

 

Quanto ao autor do blogue, continua a afirmar que «estes vereadores ignoraram, durante muito tempo, a comunidade que era suposto servir».

 

Agora a autarquia ficou sem vereadores suficientes e vai ter de marcar novas eleições.

 

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=152519

 

publicado por Paulo José Matos às 07:00 | comentar | favorito