Uma embraiagem partida, em 2000kms percorridos nos últimos 15 dias... Mas muitas vitórias!

Coimbra, XXI Congresso Nacional da JSD

 

Dia 27 – Sábado – Coimbra

 

10 Horas

Sou informado que fui eleito vogal na Comissão Política Distrital de Portalegre, na lista encabeçada pelo actual deputado na Assembleia da República Cristóvão Crespo e agora reeleito Presidente da Distrital Portalegre - PSD .

Debates ao longo do dia

20 Horas

Jantar convívio, entre a JSD’s distritais de Évora e Portalegre

Os trabalhos no congresso da maior organização de juventude portuguesa (mais de 40.000 associados) começam as 11 da manha e prolongam-se até perto das 6 da amanhã.

 

(domingo) próximo das 5 Horas

Ainda há gente a debater no congresso, mas o cansaço é muito, vou descansar.

 

Dia 28 – Domingo (169+64+61+17+173) = 484 Km

 

8 Horas - Coimbra

Após dormir 2 horas, dirijo-me para Gavião.

 

coimbra gaviao

 

11 Horas – Gavião

Chegado perto da minha família, vejo que está tudo em ordem com todos bem. Sigo viagem até fronteira.

 

gaviao fronteira

12:30 Horas – Fronteira

Reunião cívica de preparação à recandidatura do Prof. Cavaco Silva a Presidência da República – Distrito de Portalegre

 

Nota introdutória

Uma semana antes, fui convidado enquanto cidadão, que tendo uma opinião fortemente vincada em valores humanistas, e já o tendo demonstrado num activismo evidente na defesa de uma sociedade com valores mais justos e mais igualitários, para ser o representante concelhio da Candidatura do Prof. Cavaco Silva.

 

Nesta reunião, para além de conhecer todos os representantes concelhios da candidatura do distrito de Portalegre, apresentei-me pessoalmente ao mandatário distrital Portalegre o Exmo. Dr. José Roquette.

 

jose roquette

 

Nota bibliográfica José Roquette

Médico. Antigo Director do Serviço de Cirurgia Cardiotorácica do Hospital de Santa Marta. Presidente do Colégio da Especialidade de Cirurgia Cardiotorácica da Ordem dos Médicos.

Desde 2006 Director do Hospital da Luz (Lisboa), que é por ventura um dos principais hospitais de Portugal.

 

http://www.hospitaldaluz.pt/MedicoModal.aspx?id=524

 

Foi me transmitida a mensagem do Prof. Aníbal Cavaco Silva e os motivos pelos quais se recandidata. Motivos nobres, sentido de estado, estabilidade democrática que permita a gestão do futuro de Portugal. Recebi com algum receio as metas ao nível das subscrições por concelho, mas quando o esforço é valoroso a recompensa é grande.

 

15 Horas – Comenda (Gavião)

Porque são as pessoas que importam, estive presente na homenagem aos professores primários Manuela Morais e Manuel Monteiro, que tanto, fizeram pela comunidade comendense. Destaco apenas que o acto mais nobre, por ventura para mim, foi o matar a fome aos seus próprios alunos, enquanto a outra “fome” – A educação lhes era também saciada.

16 Horas

Sou informado que fui eleito CONSELHEIRO NACIONAL na JSD, pela lista Vitoriosa de Duarte Marques, agora Presidente da JSD Nacional.

Nota:

No último mandato, o distrito de Portalegre não tinha nenhum representante na JSD nacional, tirando o cargo Presidente Distrital da JSD inerente dessa mesma função. Represento pois agora o distrito de Portalegre ao nível Nacional.

comenda gaviao

18:30 Horas – Gavião

Almoço/Lanche/Jantar – a família está bem, sigo viagem para Lisboa para o meu local de trabalho.

 

gavião

21:30 Horas – Lisboa

Descanso, preparação para dia de trabalho de segunda.

 

lisboa gaviao

 

gavião

Dia 1 – Quarta-feira (172+173) = 345 Km

Vou para Gavião, fazer trabalho cívico em prol da candidatura do Prof. Cavaco Silva. Organizar pessoas, esclarecer motivos da recandidatura, enfim ouvir as pessoas, o que pensam e o que acham, para em momento oportuno poder escalonar esses sentimentos.

 

Final do dia, regresso a Lisboa.

 

lisboa gaviao

 

gavião

Dia 2 – Quinta-feira (172+173) = 345 Km

Volto a Gavião, na qualidade de vereador para apresentar um documento preparado com a ajuda de outros responsáveis políticos (inclusive nacionais) poder dar a opinião politica e representativa da população que represento naquele órgão institucional, para o qual fui eleito democraticamente.

 

Faço ponto de situação ao nível da organização das subscrições do Prof. Cavaco Silva.

 

Ao final do dia volto a Lisboa

 

lisboa gaviao

 

 

portalegre gaviao

 

Dia 3 – Sexta-feira (172+56+56 ) = 284Km

De novo para Gavião.

Na viagem sou colocado ao corrente de novos situações. Faço paragem em Gavião e Comenda dirigindo-me a Portalegre. Levo o número suficiente de subscrições para a atingir a meta concelhia, colocada sob os meus ombros. Mais uma vitória.

 

gavião

Dia 4 – Sábado/Domingo 173 Km

Agora é necessário ultrapassar a meta concelhia e ainda há tempo. Organizar o restante.

Volto a Lisboa

 

Dia 9 – Quinta-feira

Em Lisboa, a entregar na sede nacional da recandidatura do Prof. Cavaco Silva a entregar o número de subscrições suficientes para ultrapassar os objectivos concelhios.

 

lisboa gaviao

 

 

portalegre gaviao

Dia 11 – Sábado (172+56+56 ) = 284Km

Volto a Gavião, mas vou directo a Portalegre. 1º Reunião da distrital do Partido Social Democrata de Portalegre, do qual agora faço parte.

 

Um espírito muito unido, óptimas intervenções de Armando Varela (Presidente da Câmara de Sousel também presidente Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo), de Cristóvão Crespo (Deputado na Assembleia da República) e ainda Miguel Arriaga (eleito da assembleia municipal de Portalegre e presidente da JSD).

 

 

dia 28/11

484

dia 1/12

345

dia 2/12

345

dia 3/12

284

dia 4/12

173

dia 11/12

284

total

1915 km percorridos

 


Para quando o SimpleX Autárquico em Gavião ?

+ Transaparência no acesso às decissões e informação de gestão a toda a população?

+ Novos canais de atendimento

+ Simuladores

+ Acompanhamento dos níveis de serviços / estado dos processos

 

O Simplex Autárquico, lançado em Julho de 2008, começou por reunir medidas propostas pelas 9 autarquias que entenderam envolver-se neste projecto: Águeda, Cascais, Guimarães, Lisboa, Pombal, Portalegre, Porto, Redondo e Seixal.

 

Na edição de 2009/10, foram 60 os municípios que aceitaram o desafio e aderiram ao programa, individualmente ou com o apoio de comunidades intermunicipais.

 

Neste ano, mais que duplicámos o número e contamos com 121 autarquias  participantes no Simplex Autárquico.

 

simplex autárquico
Como habitual, neste Programa encontram-se medidas:

 

•intersectoriais, que dependem de colaboração entre a administração central e local;

•intermunicipais, que dependem da articulação entre os municípios participantes;

•municipais, que dependem do exclusivo compromisso de cada autarquia.

 

A consulta pública, a transparência e a prestação de contas são alguns dos princípios que também norteam a construção do programa da administração local.

 


 

Ter razão antes de tempo é sempre complicado, mas é interessante verificar que a minha proposta feita à autarquia feita a 18 de agosto (ver aqui http://p-m.blogs.sapo.pt/49760.html) para iniciar rumo a um software mais aberto - Software com Licença Pública Geral GNU GPL, nomeadamente para uso nos postos de trabalho não especializados, esta a aproximar-se nomeadamente por via de uma lei elaborada na Assembleia da República.

 

Duas propostas de lei que tornam obrigatório o uso de software com normas abertas nos organismos do Estado foram aprovadas na quinta-feira. Os autores das propostas de lei explicam em vídeo o que vai mudar.

Contra todas as previsões mais pessimistas, as propostas de lei do BE e do PCP receberam os indispensáveis votos a favor das bancadas parlamentares do PS e do PSD.

Apesar dos votos favoráveis, Miguel Laranjeiro, deputado do PS, e Pedro Duarte, deputado do PSD, consideraram nas respetivas intervenções que as propostas de lei prestam-se a confundir normas abertas com o uso do software livre.

PCP e Bloco admitiram receber contributos de outras bancadas parlamentares durante o debate na especialidade, que se segue nos próximos tempos

Apesar de versarem sobre a mesma temática, as duas propostas de lei foram encaminhadas para diferentes comissões parlamentares, para os respetivos debates na especialidade.

Os autores das propostas acreditam que, em breve, as duas propostas de lei venham a ser debatidas na mesma comissão, podendo servir de base a um texto único.

As propostas de lei visam obrigar todos os organismos de estado a usar software com normas abertas, que facilitam a interoperabilidade. Com esta solução, os cidadãos não têm de fazer o download de diferentes aplicações para aceder aos documentos que a Administração Pública disponibiliza na Web.

Os autores da lei acreditam que o texto final da nova lei possa estar concluído - e votado - dentro de um mês.

Na mesma sessão parlamentar, o CDS-PP apresentou uma resolução com os mesmos propósitos das propostas de leis do PCP e do BE. A resolução viria a ser chumbada. Na opinião da bancada parlamentar do CDS-PP, deveria ser o Governo a criar leis que promovem a aplicação de normas abertas no software usado pela administração pública.

http://aeiou.exameinformatica.pt/estado-vai-passar-a-usar-software-com-normas-abertas-video=f1008044

 

publicado por Paulo José Matos às 17:00 | comentar | favorito