Eleições presidenciais reflexão

O que leva um jovem com a minha tenra idade que trabalha entre 9 a 12 horas por dia, e mesmo assim em vez de tirar férias para beneficio pessoal, usa-as para ir apoiar o candidato presidencial Cavaco Silva na sua deslocação ao distrito de Portalegre, tendo em atenção todas as despesas que ainda suporta (combustível na deslocação Lisboa-Gavião-Portalegre e vice-versa), cansaço, etc… perguntei-me hoje a mim próprio enquanto fazia a viagem de Lisboa-Gavião.

 

Questionei-me principalmente, de que vale haver, gente valorosa se a máquina partidária socialista nos últimos anos, tem sistematicamente denegrido todas as campanhas eleitorais, e pior ainda, tem-no feito nas funções que os cargos executivos governamentais lhe proporciona?

 

De que forma o meu sacrifício pessoal, pode contribuir para um responsabilização e moralização da vida politica, se os piores exemplos estão sempre a vir de cima, e sem que haja uma responsabilização?

http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=94&did=136859

 

Hoje, no programa Falar Claro da Rádio Renascença, confirmei a minha opinião, pois revi-me em todas as palavras do jurista Nuno Morais Sarmento (PSD), que e disse nada mais nada menos:

 

O que é que é Defensor Moura? É a lebre. É a lebre que ali se põe e a quem o PS tem dado todo o gás. É a lebre que ali se põe para fazer este trabalho sujo, depois o Manuel Alegre vem com aquele ar cândido. Isto surgiu pela mão de um socialista. É que quando se diz isto não surgiu pela mão de Manuel Alegre alguém podia pensar que foi um marciano ou um Francês. Não. Foi um socialista camarada do dr. Vera Jardim que fez as despesas por outro camarada”

E MAIS… Quando Vera Jardim (PS) “tenta” comparar esta exposição de Cavaco Silva /caso BPN com José Sócrates /Caso FreePort e Face Oculta, Nuno Morais Sarmento explode e com razão… Como é possível  comparar um acto licito de comprar e vender acções, e que não é alvo de nenhuma ilegalidade e sem nenhuma acusação formal pelos órgãos da autoridade, com José Sócrates que está envolvido em dois casos de FORO JUDICIAL? Ou ainda, o Manuel Alegre que de tão certinho que é, mas esqueceu-se que enquanto deputado não podia fazer publicidade (é ilegal) e para além de a ter feito, ainda desmentiu a recepção do valor pecuniário pela prestação do serviço… depois lá disse que foi depositado, por ultimo disse que ele não gere contas nenhumas, porque punha isso nas mãos de outras pessoas…

 

 

 

 

Então em que é que ficamos?

Afinal  onde estão os socialistas honrados?

 

Porque não se mexem, e acabam que esta peixeirada, que os socialistas no poder estão a fazer, ou será que se revêm neste estigma politico tal qual ele é?

 

Meus amigos, há aqui muita falta de argumentário político para derrotar Cavaco e a sua seriedade!

 

O candidato Cavaco Silva, começou a campanha dizendo que queria uma campanha para enriquecer e dotar novamente a política de valores, desde logo por uma declaração de principio em que indicou que só usar metade do dinheiro previsto na lei para fazer uma campanha, independentemente das consequências politicas em termos de visibilidade!

 

Porque é que os outros candidatos não pegaram neste tema para debate: A  Austeridade e a Moral na Politica Portuguesa? Porquê?

 

Na minha opinião pessoal, a resposta está à vista… estes socialistas estão a fazer de uma campanha presidencial um lamaçal político, querem  destruir todo o respeito que o povo poderia reconhecer aos seus líderes políticos e com  isso continuar a governar-se sem olhar a meios…

 

E por isso retomo o meu pensamento inicial, será que vale a pena o meu esforço pessoal abdicando da minha vida pessoal, para procurar novos caminhos que levem a melhorar as condições de vida deste povo?

 

publicado por Paulo José Matos às 01:58 | comentar | favorito