Moralidade vs Legalidade - Contratação de RH em apenas 3 dias

Caros amigos,

 

Como sabem (alguns de vós) durante os últimos 10 meses estive mais ou menos apagado, à excepção do evento feito em Maio, por causa da frequência da parte curricular de um Mestrado em Cidadania e Participação Ambiental, o que me permitiu evoluir em vários campos, inclusive alguma componente administrativa relativa a Planos Directores Municipais - PDM. À partida agora falta apenas iniciar a dissertação.

 

Os resultados da parte curricular estão a sair, e provavelmente por forma a manter a transparência tanto a nível local como nacional, na questão das habilitações académicas, seja pelo famoso caso Sócrates da licenciatura ao Domingo ou agora o Relvas com a sua licenciatura de 4 disciplinas, estou a inclusive a ponderar colocar aqui a minha avaliação.

 

Dito, isto voltarei com temas picantes.

 

Ora um tema que tenho sempre afastado  (e assim continuarei) são os recursos humanos, porque são da competência exclusiva de quem gere a Câmara no dia a dia.

 

Acontece que até eu tenho uma opinião formada.

 

Na semana passada verifiquei algo, que me pareceu muito imoral (ainda que seja legal), isto é, uma oferta pública de emprego para Ensino de Inglês, outro para Actividade Física e Desportiva e por último um professor de Música, e que globalmente constituem as AECs, num prazo circunscrito a 3 dias úteis.

 

Ora o concurso começou hoje dia 27 - Segunda-Feira e termina Quarta-feira, por isso atentos.

 

http://www.cm-gaviao.pt/municipio/camara_municipal/avisos/20120824_AVISO_concurso_pessoal_docente_programa_atividades_enrequecimento_curricular_1CEB.pdf

 

 

 

 

 

 

Não discuto aqui nomes dos candidatos, mas em minha opinião e do ponto de vista moral é muito curto para uma séria selecção dos melhores talentos.

 

Fica a nota.

 

Paulo Matos

publicado por Paulo José Matos às 08:00 | comentar | favorito