Endesa perde licença da central do Pego se parar mais de seis meses

Link: http://economico.sapo.pt/noticias/endesa-perde-licenca-da-central-do-pego-se-parar-mais-de-seis-meses_153614.html

 


Endesa perde licença da central do Pego se parar mais de seis meses

Ana Maria Gonçalves  
11/10/12 00:05

 

O novo pacote legislativo para o sector energético é mais rígido para os produtores de electricidade, numa reacção às ameaças do grupo italiano.


O Governo limitou a margem de acção da Endesa para hibernar a central eléctrica do Pego, em Abrantes. Um cenário que chegou a ser admitido também pela EDP, relativamente às centrais do Carregado e de Lares. Esta ameaça, a concretizar-se, comprometeria a segurança do abastecimento de energia do País.

 

O grupo italiano admitiu a possibilidade de parar esta unidade de produção, na sequência dos cortes efectuados na garantia de potência. Este incentivo financeiro foi criado em 2007 com vista a assegurar o investimento em novas centrais e a sua disponibilidade permanente.

 

Ao braço-de-ferro entre operadores e Executivo não é alheia a importância estratégica destas infra-estruturas, conquistada com o reforço da aposta de Portugal na área das energias renováveis, caracterizadas por uma produção intermitente, influenciada pelas condições atmosféricas. O presidente da Endesa Portugal, Nuno Ribeiro da Silva, sempre alegou que a redução das compensações colocaria em risco a viabilidade financeira das centrais.

 

A decisão do Executivo insere-se, no entanto, no pacote de medidas destinadas a reduzir os apoios e rendas excessivas no sistema eléctrico nacional, com impacto nas tarifas pagas pelos consumidores finais.

publicado por Paulo José Matos às 13:00 | comentar | favorito