20
Fev 14

A crise não acabou mas Portugal está no bom caminho



publicado por Paulo José Matos às 20:01 | comentar | favorito
20
Fev 14

Ranking “City Brand” - Gavião quase em último - 305º (em 308)

Fonte: http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/saiba_em_que_lugar_esta_a_sua_camara_no_ranking_dos_melhores_municipios.html

 

Mapa: Saiba em que lugar está a sua câmara no ranking dos melhores municípios
8 Fevereiro 2014 por
Bruno Simões , Rui Santos - infografia
Estudo elege Lisboa como a melhor cidade para viver, para visitar e para investir. 

 

O ranking “City Brand”, que mede o valor das marcas dos 308 municípios, coloca as maiores cidades do País nos primeiros lugares, e reserva o fundo da tabela para as câmaras dos municípios mais pequenos e do interior. De acordo com Filipe Roquette, director-geral da Bloom Consulting, responsável pelo estudo, “Lisboa é a cidade que tem uma melhor marca, e uma melhor performance em três vertentes diferentes”.

 

As três categorias em análise são Negócios (Investimento), Visitar (Turismo) e Viver (Talento). Lisboa está em primeiro lugar em todas elas, enquanto o Porto surge na segunda posição. O ranking atribui o muito disputado título de terceira cidade portuguesa a Braga, devido à performance da cidade dos arcebispos na vertente da captação de investimento.

 

O ranking foi elaborado através do cruzamento de diversos dados estatísticos, como desemprego, número de hospitais, salário médio, taxa de criminalidade ou dormidas turísticas por município, com 15 grupos de perguntas-chave, que agrupam “o que as pessoas procuram no mundo inteiro num município”, explica Filipe Roquette

 

Posteriormente, esses dados são comparados com a “comunicação online de cada município: o que comunica e o número de pessoas a quem chega essa informação”, tendo por base o site da autarquia e a sua presença nas redes sociais.

publicado por Paulo José Matos às 13:00 | comentar | favorito
18
Fev 14
18
Fev 14

Paulo Matos atinge 2º lugar em concurso internacional de testes

 

 

No fim de semana de 15 a 16 de Fevereiro, o nosso co-cidadão Paulo José Matos participou num concurso internacional de testes de software durante 24 horas, organizado pela Belgium Testing Days.

 

O concurso iniciou-se às 11 horas de sábado e decorreu até às 11 horas de domingo, em que o objetivo era analisar o front-end e o back-end de uma site de compras online, fazendo a deteção de defeitos e geração do relatório global.

 

Dia 18, soubemos o resultado do concurso internacional e aberto a todos os profissionais do mundo, tendo o nosso co-cidadão, alcançado a segunda posição.

 

Parabéns Paulo!

 


 

What Is Software Testing?

publicado por Paulo José Matos às 22:00 | comentar | favorito
13
Fev 14
13
Fev 14

Opiniões... por aí!

Leilões & opiniões

13/02/14 00:05 | Rita Marques Guedes

 

Esquerdas. O PS desorienta-se, o BE desagrega-se e o PCP sobrevive agarrado a um líder de fortíssima empatia popular e a uma máquina com motor CGTP, imbatível nos protestos de rua.

 

Eis o quadro à esquerda, com a acrescido prejuízo pela estranha ausência das declarações do dr. Mário Soares, agora algo silencioso depois de tempos frenéticos e temperamentais a disparar para todos os lados. Não acredito que tenha optado por uma atitude ponderada de primeiro observar para depois falar... provavelmente, após tanta actividade, esgotou o eco dentro e fora do seu espaço politico. Quando se fala demais é grande o risco de perder o sentido da oportunidade ou descapitalizar créditos. Ou ambos.

É nesta situação que as esquerdas se vão apresentar, daqui por cerca de dois meses, às eleições europeias. A conjugação deste estado de debilidade visível, acrescido de uma também notória recuperação dos índices económicos do País, não traz nada de bom em termos de previsão de resultado quer para o BE quer, sobretudo, para o PS. Pior, o que o caminho indicia é a possível vitória da coligação de Governo, estranhíssimo facto numa eleição normalmente tida como de protesto. Não se esperem para já, no entanto, grandes mudanças no PS. Internamente, o lema deverá ser o de deixar apodrecer para depois voltar a semear. É uma derivação do quanto pior melhor, para que seja Seguro a sair pelo seu próprio pé ao invés de empurrado por uma intriga interna num ‘remake' do que no passado já se tentou fazer, sem grande sucesso. O espaço e a oportunidade agora são outros, bem mais susceptíveis ao surgimento do incontornável e desejado dr. Antonio Costa, finalmente à bica de, sem grande esforço, vir a ocupar a sua cadeira de sonho.

Cabeças e sentenças.

Temos sempre opinião, ainda que com pouca razão. E passamos semanas a discutir os temas como se os maiores entendidos neles fossemos. Discutimos as praxes, o dux e os códigos de uns imberbes armados em académicos, reproduzimos realidades e sentenciamos culpados. Tudo em dias intensos de aberturas de telejornais, primeiras páginas de jornais, debates intensos nos cabeleireiros, supermercados, táxis, à mesa em família, por aí fora... e depois, os Mirós, quais entendidos em artes e vestidos de leiloeiros profissionais, também leiloámos informação e transaccionamos certezas e razões, fundados em mais um caso que nos ocupou o dia-a-dia e que inundou os guiões noticiosos, com um Secretário de Estado a tentar explicar o inexplicável, uma frente de combate do PS fazendo disto um caso nacional, à mingua de temas a que se agarrar, e a PGR numa actividade mediática e assertividade discursiva como raras vezes a tínhamos visto. Tudo a debater Mirós e a importância das suas obras, ou não, para o património cultural do País... e depois ainda veio a lã de rocha e mais a cobertura do estádio da Luz, com o povo sereno a abandonar o recinto, evitando tragédias maiores, e ao mesmo tempo discutindo o nexo de causalidade entre o voo da lã de rocha e a queda da chapa de zinco ... estamos em meados de Fevereiro, o Benfica ganhou ao Sporting, lidera o campeonato, o Porto definha e bem me quer parecer que passadas as praxes, os Mirós e a lã de rocha, vai começar a onda de entusiasmo da nação benfiquista, a qual não deixará espaço para mais nada... ah, é verdade, Portugal continua a fazer emissões de divida com sucesso garantido, os juros continuam a cair e a ‘troika' vai embora em Maio.

 

Fonte: http://economico.sapo.pt/noticias/leiloes-opinioes_187036.html

publicado por Paulo José Matos às 12:30 | comentar | favorito
12
Fev 14
12
Fev 14

Produção Industrial em Portugal Regista Maior Aumento da União Europeia (28)

PRODUÇÃO INDUSTRIAL EM PORTUGAL REGISTA MAIOR AUMENTO DA UNIÃO EUROPEIA

12.FEV.2014

 

Segundo dados do Eurostat hoje divulgados sobre a Produção Industrial na Europa em Dezembro de 2013:

  • Portugal registou um crescimento de 7.1% em relação a Dezembro de 2012
  • Este aumento foi o maior entre os países da União Europeia.
  • Na União Europeia, a produção industrial subiu 0,9% em Dezembro, enquanto na Zona Euro o crescimento foi de 0,5%.
  • Na variação em cadeira (Dezembro contra Novembro do ano passado) a subida foi de 0.7%, a terceira maior entre os 28 estados membros. Note-se que a produção recuou 0,7% na União Europeia e na Zona Euro, em relação ao mês anterior.
  • Depois de Portugal, a Roménia (7%), República Checa (6,7%) e a Eslovénia (5,2%) foram os países que registaram os maiores aumentos homólogos.
  • Malta (-7,3%), Irlanda (-6,7%) e Estónia (-6,4%) registaram as maiores quedas homólogas.
  • No conjunto de 2013, a produção industrial caiu 0,8% na Zona Euro e 0,5% na União Europeia.

 

ENQUADRAMENTO:

 

Dados do INE já conhecidos sobre o mês de Dezembro de 2013 dizem que a produção industrial portuguesa acelerou 7,2% em Dezembro, face ao período homólogo, superior em 3,8 pontos percentuais à taxa observada no mês anterior (3,1%, em Novembro).

 

Para o balanço do ano, o INE diz que a Produção Industrial aumentou 0,9, depois de ter diminuído 6,1% no ano anterior.

 

Link para relatório:

http://epp.eurostat.ec.europa.eu/cache/ITY_PUBLIC/4-12022014-AP/EN/4-12022014-AP-EN.PDF

publicado por Paulo José Matos às 12:10 | comentar | favorito