17
Jul 15

Intervenção Paulo Matos Comissão Politica Distrital Portalegre 16-07-2015

Paulo Matos reuniao CPD.jpg

 Portalegre, 16 de Julho de 2015 - 22:15h

 

Gostaria de cumprimentar todos companheiros presentes aqui na pessoa do presidente da CPD, Dr. Armando Varela,

Inicio a minha intervenção para vos dizer que “estar longe de Portalegre não quer significa que esteja afastado”, em particular aos problemas do distrito. Nessa medida peço-vos que não interpretem mal a minha intervenção mas interpretem-na como um contributo positivo.

 

Antes de mais, quero-vos dizer aqui, que 1/3 do que sou politicamente devo-o PSD Distrital de Portalegre que em 2009 me apoiou quase sem me conhecer. Ou seja, teve a irreverencia de apoiar um jovem a presidente de câmara, sabendo desde logo que à data seria o candidato do PSD mais novo em Portugal naquela posição. Muito Obrigado!

Sem falsas modéstias tenho também de dizer-vos que o outro 1/3 devo-o a mim próprio, que ao longo dos meus 6 anos de autarca fiz e faço sacrifícios, como por exemplo, ao abdicar das ferias pessoais decorrentes da minha atividade profissional no sector privado para me deslocar a Gavião  às reuniões de câmara e a outros eventos políticos que ocorrem no distrito de Portalegre patrocinados pelo PSD.

E por fim é com agrado que devo o restante 1/3 da minha força política aos gavionenses que acreditam em mim e na minha ação politica colocado a responsabilidade do seu voto sob os meus ombros.

Dito isto, gostaria de vos dar nota que no concelho do qual faço parte, durante um pouco mais de 3 anos tivemos um problema com a reorganização dos serviços de saúde distritais e que impedia os cidadãos de Gavião irem para Abrantes, como desde há muitos anos vinha a acontecer!

Só agora, em ano eleitoral o problema ficou resolvido. Eu estou solidário com os meus co-cidadãos, isto não poderia demorar tanto tempo a resolver-se!

Desta forma, é aqui neste espaço próprio que assumo que o perfil de deputado escolhido por representação do distrito de Portalegre deve ser combativo e se for preciso incomodativo! E para não estar a falar no abstrato, dou-vos um exemplo que aconteceu muito recentemente no dia 1 de Junho (2015). Duarte Marques  deu uma entrevista ao jornal “i” e sabem qual foi a capa do jornal desse dia? Pois escrevia o seguinte “Deputado do PSD contraria Passos Coelho” e “As pessoas envolvidas no BPN são uma vergonha para o PSD” e ainda “Dias Loureiro não é exemplo para ninguém em Portugal".

duarte marques capa jornal i.png

 
Dou-te os parabéns, Joaquim Lizardo pela iniciativa em colocares-te se à disponibilidade de ser cabeça de lista por Portalegre em nome do PSD.

 

Não só te felicito, como vou-te apoiar energeticamente, pois quem dá o peito às balas pelo PSD e em concelhos socialistas sabe que o combate é duro, mesmo a nível familiar, o Lizardo é alguém que já demonstrou ter coragem para os combates agressivos que se avizinham!


Temos de respeitar o candidato socialista por Portalegre já apresentado, o Dr Luís Testa, cumprimentando-o respeitosamente e à sua equipa. No tempo cronológico temos de avançar o mais depressa possível para apanhar o ritmo.


Caros companheiros, agradeço-vos a vossa paciência em me ouvirem e termino com uma frase de Sá Carneiro que se ouve pouco em Portalegre mas que queria que se ouvisse mais “A política envolve mudança, a política envolve risco!”

publicado por Paulo José Matos às 08:00 | comentar | favorito
11
Jul 15

Que perfil do candidato à Assembleia da Republica valorizará o norte alentejano e não apenas o PSD? Por Paulo Matos (Gavião)

 Que perfil de candidato à Assembleia da Republica valorizará o norte alentejano e não apenas o PSD?

 

Gavião, 11 de Julho de 2015


Caro concidadão norte alentejano,


Vou-te transmitir a minha opinião sobre a matriz ideológica e de ação que deve constar na base da escolha do perfil para candidato à assembleia da república nas legislativas de 2015 pelo círculo eleitoral de Portalegre.

 

Começo por lhe perguntar:

- Não é da opinião que devemos debater de forma sério e objetiva o perfil do candidato à assembleia da republica que nos irá representar nos próximos anos?

- Não deve alguém que representando o Partido Social Democrata representar de forma valorizada todos os norte alentejanos?


Dito isto, porque acredito que o caro concidadão também acredita  na figura de alguém que leve o debate da meritocracia a ferro e fogo e em simultâneo apresente-se com uma capacidade de lobby consistente e profícua nos lugares onde se decidem vidas e investimentos que as moldam anos a fio, no limite sem que disso se apercebam. Se encontrarmos essa pessoa, encontramos a Solução.

 

O investimento público “simples” e de aplicação “direta” promovido pelo Estado Português é e será cada vez menor mas a sua desmultiplicação em projetos privados, tornando-se num instrumento de alavancagem financeira reproduz sucessos de médio prazo e potenciará alguns de longo prazo.

 

Repara que eu vou dar-te um exemplo concreto do que acabo de dizer e que foi promovido por alguém que hoje pode não ser recomendável atendendo que está preso preventivamente com o aval de 33 juízes – o ex-primeiro ministro de Portugal – José Sócrates. Sócrates apoiou ativamente o distrito de Castelo Branco no interior de Portugal alavancado projetos tecnológicos da antiga Portugal Telecom na Covilhã, transferiu várias concessões de serviços à distancia do Estado Português de Lisboa para Castelo Branco (os famosos callcenters). Mas estes dois exemplos acontecem em simultâneo com o forte impulso da infraestrutura publica, nomeadamente a mobilidade sustentável das pessoas no sentido “Lisboa-Castelo Branco” derivado da eletrificação da ferrovia da beira baixa e com o crescimento exponencial (em quantidade e qualidade) dos alunos da Universidade da Beira Interior que fornecem mão de obra qualificada técnica e não técnica. Sócrates foi tão eficaz na colagem da PT ao distrito de Castelo Branco que nem a mudança de dono (agora Altice) fez recuar o uso daquelas infraestruturas que distam quase 300km de Lisboa, pelo contrário.
 
Então depois do exemplo que dei continuas a achar que fazer lobbing é mau ou é pecado?
 
Portugal ganhou mais integridade territorial com o sucesso no distrito de Castelo Branco. Porque não fazer o mesmo no distrito de Portalegre, não somos Portugal?
 
Recordo, já no longínquo o ano de 2007, em Portalegre, no qual Carlos Sezões, membro-fundador do Fórum Alentejo 2015, referia que “as tecnologias representam, para o Alentejo – região periférica em relação a Portugal e à Europa – uma oportunidade de desenvolvimento que não pode ser ignorada” e no mesmo painel da conferência, o Eng.º Mata Cáceres, à data Presidente da Câmara Municipal de Portalegre, apaixonava os ouvintes norte alentejanos ao falar da instalação de um fileira de empresas ligadas à área da saúde na zona industrial de Portalegre “e que seria o maior cluster de saúde no pais”. Neste local iriam ser concretizados desde tratamentos oncológicos, a cuidados paliativos ou ainda ao fabrico de medicamentos. Hoje, em 2015, Portalegre não tem cluster de saúde nem de serviços de base tecnológica, nem se imagina a ser o centro de nenhum cluster sequer…..
 
Procuro eu, pessoalmente, no nosso distrito quem tenha perfil para se encaixar neste papel e que tenha uma genuína ambição  para o distrito de Portalegre. Alguém que saiba fazer “bom” lobbing e que ao nunca esquecer os valores da meritocracia, ajude o distrito sem enriquecer ilicitamente, ou seja, não ponha o seu interesse pessoal acima do distrito que representa.
 
Acredito eu, que todos os militantes do PSD do distrito de Portalegre, os residentes e os exilados profissionalmente possam ser validados um a um se cabem neste perfil que nestas palavras simples defendo. Mas sou realista e aos poucos a lista irá restringir-se a quem é de facto figura pública ou não, nosso distrito e aqui teremos um desafio grande.

 

Reflita e concordará comigo, que este perfil é transversal aos cidadãos do norte alentejano indiferente da sua ideologia partidária pessoal, por isso será ainda mais importante para alcançar a vitória!

 

Viva o PSD

Viva Portalegre

Viva Portugal!

 

Paulo José Estrela Vitoriano de Matos

publicado por Paulo José Matos às 07:00 | comentar | favorito