02
Jun 16

Comentário adicional à Defesa da Honra na Reunião de Executivo de Câmara de Gavião do dia 01/06/2016

A JSD Gavião tem sido muito importante para a sociedade gavionense fazendo sempre a pergunta mais incómoda e na altura mais improvável. Esta ação militante originou sempre benefícios adicionais para a população pelas quais milita.

 

No mandato autárquico 2009-2013, a JSD gavionense alertou os autarcas socialistas que a biblioteca municipal estava por abrir há vergonhosos 7 anos.

jsd gaviao biblioteca.jpeg

Já no mandato atual (2013-2017) a JSD gavionense alertou em pré-época balnear que a ligação pedonal junto à margem do rio Tejo e que liga a praia fluvial do Alamal à Ponte de Belver estava interdita há muitos meses e sem perspetivas de correção da situação, pelo que seria um fator negativo para a estratégia do turismo, dado que este percurso é “só” o mais conhecido de todos os caminhos pedestres do concelho e o sobejamente mais publicitado em todos os eventos nos quais a Câmara de Gavião envia material turístico.

jsd distrital gaviao.png

Há uma semana a JSD Gavionense questionou via redes sociais

Será que os autarcas Socialistas Gavionenses vão seguir as novas diretrizes nacionais bloquistas, comunistas e sindicalistas propondo que as bolsas de estudo atribuídas a alunos Gavionenses no ensino superior comecem a excluir quem estuda no “privado”?

 

Face a esta intervenção da JSD gavionense, no dia 1 de Junho de 2016 em Reunião do Executivo Camarário, presidida pelo presidente José Pio e na presença dos vereadores Paulo Matos e Saúl Pereira eleitos pelo PSD em Gavião, fez uma declaração oponente à JSD e da qual cito o seguinte trecho:

A comissão política do PSD de Gavião, da qual emana a JSD, e que os senhores vereadores fazem parte, demonstra cobardia… faz jogos maldosos, procura agir de má-fé, com ignorância e estupidez.

 

Por sua vez, o vice-presidente António Severino referiu

O Sr Vereador (Paulo Matos) deveria medir o que diz. Em 2015 houve um corte de financiamento no agrupamento vertical de escolas de Gavião, pelo governo do PSD-CDS. Você esteve calado que nem um rato.

 

Face a estas acusações, eu Paulo Matos devo referir que:

 

1. A pergunta que a JSD gavionense fez aos autarcas gavionenses é legitima. A população gavionense tem o direito de saber se os pactos de regime feitos pelos socialistas nacionais com Bloco de Esquerda e Comunistas serão transpostos para a realidade local. Hoje é a questão da educação, amanhã poderá ser outro tema que afete a vida desta população mais directamente.

 

2. A pergunta formulada pela JSD gavionense em momento algum caracterizou os autarcas gavionenses como “sendo isto” ou “aquilo”. Acrescente-se que também não se formulou qualquer juízo de valor ao Bloco de Esquerda e Partido Comunista. Se os socialistas gavionenses sentem desconfortáveis com esta colagem, têm de direcionar o seu descontentamento ao seu presidente, António Costa.

 

3. O ataque pessoal feito pelo presidente José Pio, enumerando e remetendo um conjunto de “asneiras” a um conjunto de gavionenses dos quais sou parte integrante, sem que tivesse sido “ofendido” previamente, denota que não sabe lidar democraticamente com uma “pergunta”. Numa democracia madura existem perguntas e respostas, sendo que só surgem ofensas gratuitas quando não há argumentos. Ainda assim, não é nada de novo. O Ex-presidente Jorge Martins no mandato anterior fez questão de colocar um edital em todos os lugares de costume (vulgo cafés) a chamar palhaço ao vereador “Paulo Matos”, apenas por este ter visitado à data a IPSS de Margem com um conjunto de membros municipais, na senda de saber porquê de o centro de noite não abrir.

 

4. O Vice-presidente António Severino erra quando diz que o vereador Paulo Matos está calado que nem um rato. Primeiro porque a ofensa gratuita nem a quem a profere dignifica. Depois porque não quer lembrar-se que estive ao seu lado, ao lado do partido socialista gavionense, na defesa de temas como a Saúde (emergências para Abrantes), na questão dos sucessivos atrasos das obras da Ponte de Belver, na defesa da reposição das verbas cortadas ao Agrupamento de Escolas Gavionense… ou seja, defendi os gavionenses pressionando um governo nacional dirigindo pelo PSD-CDS com qual me identifico e apoiei . Assim, também espero que o vice-presidente defenda os gavionenses contra as tomadas de decisão deste governo que teve a habilidade de juntar 3 derrotados das eleições legislativas: o PS-BE-PCP.

 

 

Em suma, e tendo uma educação de base católica, respeito o meu próximo não devolvendo na mesma moeda as ofensas gratuitas que me fazem. Não o fiz no passado com o ex-presidente, não o farei com o atual. Esta é a minha forma diferente de ser e estar. Centenas de folhas de atas de reuniões de câmara e nunca verão um impropério mencionado por mim a terceiros, já o contrário…   

 

Tenho a consciência que posso ter defraudado alguns dos meus simpatizantes em alguns temas ao longo de 7 anos de mandato como vereador, mas tenho a certeza que nunca foi nem nunca será por causa do meu exemplo e educação ao nível da linguagem utilizada no tratamento de cada tema.

 

O vereador Paulo José Estrela Vitoriano de Matos

paulo matos.png

 

 

publicado por Paulo José Matos às 00:01 | comentar | favorito
22
Jun 15

JSD Gavião promoveu um Jantar Medieval no contexto da XII Feira Medieval de Belver (2015)

 

jsd gaviao medieval_Jantar-Med.jpg

20150620_214459.jpg WP_001881.jpg
Photo 20-06-15, 22 25 59.jpg

 

A JSD Gavião promoveu no passado dia 20 de Junho um jantar medieval num dos restaurantes da vila de Belver, no contexto do evento XII Feira de Medieval de Belver.

 

O jantar-convívio, organizado por Fernanda Catarino que recentemente assumiu a organização da "J" Gavionense, contou com uma adesão institucional muito relevante, nomeadamente com as presenças do Deputado da Assembleia da República Cristóvão Crespo eleito por Portalegre, do Presidente da Câmara de Sousel e da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo Armando Varela na qualidade de Presidente Comissão Política Distrital do PSD de Portalegre, do vice-presidente da CCDRA-Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo Roberto Grilo na qualidade de Vice-Presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Portalegre, de diversos autarcas gavionenses Paulo Matos, Saúl Pereira, Eduardo Pereira, Sandra Domingues, Isabel Casa Branca, do Presidente da Comissão Política Distrital da JSD de Portalegre Diogo Cúmano, do Secretário Geral Distrital da JSD de Portalegre João Santana Lopes, do Presidente da JSD da Concelhia de Castelo de Vide João Andrade e da Presidente da JSD da Concelhia de Nisa Liliana Silva. 

 

Não de somenos marcaram presença vários jovens gavionenses e solidariamente alguns jovens maçaenses, que quiseram assim demonstrar que é possível aumentar os intercâmbios concelhios entre Gavião e Mação.

 

Na sua tomada da palavra Fernanda Catarino em nome da JSD Gavião defendeu um "contrato de diálogo geracional" e uma "humanização dos partidos" como duas ideias basilares para a sua actuação politica. No que diz respeito à primeira ideia é assumido de forma veemente que "os jovens têm de ser ouvidos" pois é facto que "a sua opinião diversificada torna as decisões politicas mais ponderadas e globalmente abrangentes" e que podem no limite "evitar erros futuros, como um aumento de impostos para pagar investimentos erróneos feitos na actualidade". Na sua segunda ideia Fernanda Catarino assume que "os partidos podem representar melhor a sociedade", pelo que com o seu exemplo pessoal irá procurar trazer mais cidadãos para a cidadania activa mas faz uma chamada de atenção "ao procurar trazer mais pessoas para o debate político não é querer condicionar as pessoas amordaçando o seu voto como é habito noutros partidos". Terminou a sua intervenção dizendo que "vamos lutar todos nós, para que os partidos políticos deixem estar divorciados da sociedade que deveriam representar" sendo fortemente aplaudida por todos os presentes.

 

Durante o jantar-convivio foram distribuidos a todos umas lembranças "medievais" e no final todos os presentes rumaram ao convivio com a população no espaço da vila de Belver.

 

20150621_000829.jpg

 

publicado por Paulo José Matos às 20:00 | comentar | favorito
20
Jun 11

Autonomia política e a irreverência da juventude - JSD Gavião!

Caros amigos,

 

Venho transmitir uma mensagem que não é pessoal - Paulo Matos, mas do conjunto de vontades dos jovens JSD Gavião.

 

A JSD Gavião decidiu agir de acordo com as expectativas, e agradeceu à população de Gavião o voto de confiança, da forma mais natural possível, isto é expressando publicamente as suas ideias!

 

Assim, e tendo uma autonomia clara na sua relação com PSD - Partido Social Democrata, decidiu de forma ordeira e civilizada, efectuar uma acção de campanha sinalizada na vila de Gavião, com total transparência política.

 

A acção de campanha realizada durante o inicio da manhã de sábado, foi o segundo momento de vida desta juventude Gavionense activada para a luta política no concelho, e depois de há menos de um ano atrás ter patrocinado um evento de paintball.

 

 

É assim que a juventude deve expressar-se, é assim que devemos puxar pelos jovens que realmente querem o melhor para a sua terra.

 

Obrigado Gavião.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Paulo José Matos às 00:01 | comentar | favorito